Ultimas Novidades
"Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda." Paulo Freire (1921 - 1997)

segunda-feira, 28 de março de 2016

Modelos de objetivos de Língua Portuguesa (Textos e Imagens) 5ºano






OBJETIVOS:

  •  Prever fatos a partir de imagens e frases;
  •  Identificar o narrador do texto;
  •  Inferir informações implícitas no texto;
  •  Extrapolar ideias do texto;
  •  Localizar informações explícitas no texto;
  •  Inferir informações implícitas no texto;
  •  Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato;
  •  Identificar tema central de um texto;
  •  Explorar ideias do texto a partir de opiniões relativas ao tema;
  •  Produzir texto a partir de possíveis inferências ao texto;
  •  Identificar causa e consequência de um fato;
  •  Explorar ideias do texto a partir de opiniões relativas ao tema;
  •  Inferir o sentido de uma expressão a partir do contexto;
  •  Identificar o sentido de palavras usadas no texto a partir do dicionário;
  •  Estabelecer relações entre informações escritas e imagens;
  •  Estabelecer relação entre opinião a respeito do tema com fatos apresentados no texto;
  •  Relacionar fatos do texto com conhecimentos de senso comum.
Leia Mais ››

terça-feira, 8 de março de 2016

Fotos dos alunos 2016 (Professor Cícero Santana)

4º ANO
Ailson Silva Melo

Aparecida Santana

Danilo Antônio da Silva

Everton Silva de Oliveira

José Kaike Santos Silva

Maria Telnen Júlia da Silva Oliveira
..........................................................................................................
 5º ANO
Aylan de Andrade Silva

Bruno Carlos da Silva Santos

Carlos Alexandro Silva Alves

Clebson Silva de Moraes

Clevânio dos Santos Freitas

Erinaldo Melo Santana

Gabriel Souza Melo Fernandes

Girleide da Silva Pereira

José Armando Oliveira dos Santos

Maria Aparecida Alves Santos

Maria do Guadalupe Santos Jacinto

Milena dos Santos Reis

Miqueline Maria dos Santos

Rosicléia de Freitas Galdino

Samile dos Santos Reis

Leia Mais ››

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Aquarela - Toquinho (Interpretação)

Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo
Corro o lápis em tomo da mão e me dou uma luva
E se faço chover com dois riscos tenho um guarda-chuva
Se um pinguinho de tinta cai num pedacinho azul do papel
Num instante imagino uma linda gaivota a voar no céu
Vai voando, contornando
A imensa curva norte-sul
Vou com ela viajando
Havaí, Pequim ou Istambul
Pinto um barco a vela branco navegando
É tanto céu e mar num beijo azul
Entre as nuvens vem surgindo
Um lindo avião rosa e grená
Tudo em volta colorindo
Com suas luzes a piscar
Basta imaginar e ele está partindo
Sereno indo
E se a gente quiser
Ele vai pousar (...)

(MORAES, Vinícius de et ai. Aquarela. Canções.

1. No verso, "Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva", a expressão sublinhada sugere:
(A) o desenho da mão.
(B) a confecção da luva.
(C) o colorido da mão.
(D) a pintura dos dedos.

2. A aquarela de que fala na música está:
(A) no desenho e na vida real.
(B) no desenho e na imaginação.
(C) na pintura, apenas.
(D) na vida real e na imaginação

3. No poema a expressão "beijo azul" sugere o encontro
(A) da vela do bara com o céu.
(B) do avião com o céu.
(C) do barco com o mar.
(D) do céu com o mar.

4. A música está organizada em:
(A) orações.
(B) parágrafos.
(C) versos
(D) períodos.

Gabarito
1.A
2.B
3.D
4.C







Leia Mais ››

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Rotina Semanal para Primeira Semana de Aula 2016

24/02/2016
  • Acolhimento/boas vindas;
  • Dinâmica de apresentação dos alunos (ver sugestões em anexo);
  • Leitura de texto e interpretação na roda;
  • Sugestões: textos que abordem amizade, valores, escola;
  • Seção cinema com pipoca.


25/02/2016
  • Roda de conversa sobre as regras em sala de aula;
  • Construção coletiva de regras e combinados (construção de um cartaz);
  • Música: O caderno-Toquinho;
  • Leitura e interpretação da música;
  • Dinâmica: abraçando um amigo;
  • Sondagem de leitura: escolher um texto pequeno e solicitar que façam leitura individual (diagnóstico inicial).


26/02/2016
  • Dinâmica: árvore dos sonhos (em anexo);
  • Produção de texto (diagnóstico);
  • Recolher e verificar se produzem texto considerando o tema proposto.
  • Observar: ortografia, pontuação, concordância.
  • Música para descontrair: sugestão: Aquarela-Toquinho;
  • Roda literária (obras do PNLD).


Leia Mais ››

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Início do ano letivo 2016 (Olivença/AL)

Está previsto para começar as aulas da rede municipal de Educação de Olivença/AL, para todas as escolas, na próxima quarta-feira (24) deste mês. A seguir a relação dos alunos do blogueiro e professor Cícero Santana.

Escola Municipal de Educação Básica Francisca Angélica de Assis

PROFESSOR: CÍCERO SANTANA
TURNO: VESPERTINO

4º ANO

1.Ailson Silva Melo
2.Aparecida Santana
3.Danilo Antônio da Silva
4.Everton Silva de Oliveira
5.José Kaike Santos Silva
6.Maria Telnen Júlia da Silva Oliveira

5º ANO
1.Aylan de Andrade Silva
2.Bruno Carlos da Silva Santos
3.Breno Henrique Silva Santos
4.Carlos Alexandre Silva Alves
5.Cleison Silva de Moraes
6.Clevânio dos Santos Freitas
7.Erinaldo Melo Santana
8.Gabriel Souza Melo Fernandes
9.Girleide da Silva Pereira
10.Jamerson de Matos
11.José Arnaldo Oliveira dos Santos
12.Maria do Guadalupe Santos Jacinto
13.Milena dos Santos Reis
14.Miqueline Maria dos Santos
15.Rosicléia de Freitas Galdino
16.Samile dos Santos Reis
17.Valéria Silva dos Santos


Leia Mais ››

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Professores e educadores participam de projeto escolar

Por Cícero Santana

Projeto desenvolvido em parceira com a secretaria municipal de educação do município de Olivença/Al.

Professores, pais, educadores, funcionários e pais de educandos participaram de evento educativo na manhã desta quarta-feira (17), na Escola Municipal de Educação Básica Professor Divaldo Suruagy situada no povoado Fazenda Nova, interior de Olivença/Al.
Durante algumas semanas os professores trabalharam em sala de aula o projeto: Festa Junina na Escola com o objetivo de enriquecer o conhecimento da turma quanto aos costumes das festas juninas. Os mesmos realizaram atividades lúdicas e prazerosas, contribuindo para a interação e a socialização dos educandos.
Portanto, na manhã deste dia ocorreu a culminância do projeto com apresentações culturais e organização de palhoção e barraca com diversas comidas típicas. 
Alguns alunos do 3º ao 5º anos realizaram a quadrilha da Escola Divaldo Suruagy sob orientação e organização do professor de Educação Física, professor Moisés, onde pais de alunos e todos presentes acompanharam as apresentações com alegria.
Por fim ocorreu diversas brincadeiras para a garotada como por exemplo, corrida de saco, bala na farinha, estoura balão, corrida de ovo, dentre outras. E para finalizar o evento todos presentes puderam degustar das diversas comidas típicas oferecidas aos presentes.
"A festa ocorreu com a colaboração de todos pais, alunos, funcionários, e aqui os agradecimentos vão para Quitéria de Montes (diretora da instituição), Ailson Melo (diretor adjunto), Quitéria Quintino (coordenadora escolar), Jucélia, Maria José, Luciene I e II, Cícero, José Aparecido, Severina, Ana Lúcia, Marilene, Moisés, Pombinho Filmagens e demais colaboradores(as). Aos que fazem a secretaria de Educação do município, Prefeitura Municipal, coordenadora Raab, Ana Rúbia, Secretária Municipal de Educação Walquíria Régya, enfim obrigado a todos". (Cícero Santana)

Para acessar fotos do evento acesse: <https://www.facebook.com/groups/676788392447276/?fref=nf>


Leia Mais ››

terça-feira, 16 de junho de 2015

Clima da Região Nordeste do Brasil


Caatinga: vegetação típica do clima semiárido do sertão nordestino

Principais características do clima da região Nordeste do Brasil, umidade, chuvas, temperaturas médias, Geografia do Brasil


Introdução

Em função da grande extensão territorial, encontramos na região Nordeste do Brasil quatro tipos de climas:

Clima Semiárido

Presente principalmente na região interior do Nordeste (região do sertão nordestino). É uma área que apresenta temperaturas elevadas quase todo o ano. As chuvas são irregulares e em pouca quantidade (de 300 a 500 mm por ano).  A umidade também é muito baixa, tornando o clima seco. É comum ocorrer a ausência de chuvas por vários meses. É a área onde ocorre a conhecida Seca do Nordeste, que leva muitos prejuízos, principalmente, para a agricultura e pecuária da região do sertão.


Clima Tropical

Presente nas regiões sul da Bahia e central do Maranhão. Caracteriza-se por temperaturas elevadas durante o ano todo. Há pouca quantidade de chuva no inverno, enquanto o verão é marcado por muita chuva.

Clima Litorâneo Úmido

Presente na região litorânea do Nordeste. As chuvas são bem distribuídas durante o ano todo, embora no verão chova em maior quantidade em função da alta evaporação provocada pelas temperaturas elevadas. O clima é úmido e as temperaturas são mais elevadas no verão do que no inverno.

Clima Equatorial Úmido

Presente no litoral do Maranhão (extremo oeste do estado). Apresenta alta pluviosidade (entre 1.800 e 2.200 mm por ano), temperaturas elevadas e alta umidade.

 Dados Gerais

- Temperaturas médias anuais: entre 20 e 28ºC

- Índice pluviométrico anual: de 300 mm a 2.200 mm.

Curiosidade:

- Cabaceiras, localizada no interior da Paraíba, é a cidade mais seca do Brasil. O índice pluviométrico da cidade fica em torno de 300 mm anuais. É comum estiagens por até 9 meses.



FONTE
<http://www.suapesquisa.com/clima/clima_regiao_nordeste.htm> 
Acesso em 16 de jun. 2015
Leia Mais ››

domingo, 31 de maio de 2015

Simulado Prova Brasil - 5º Ano

Leia o texto abaixo.
O disfarce dos bichos
Você já tentou pegar um galhinho seco e ele virou bicho, abriu asas e voou? Se isso aconteceu é porque o graveto era um inseto conhecido como “bicho-pau”. Ele é tão parecido com o galhinho, que pode ser confundido com o graveto.
Existem lagartas que se parecem com raminhos de plantas. E há grilos que imitam folhas. Muitos animais ficam com a cor e a forma dos lugares em que estão. Eles fazem isso para se defender dos inimigos ou capturar outros bichos que servem de alimento. Esses truques são chamados de mimetismo, isto é, imitação.
O cientista inglês Henry Walter Bates foi quem descobriu o mimetismo. Ele passou 11 anos na selva amazônica estudando os animais.


MAVIAEL MONTEIRO, José. Bichos que usam disfarces para defesa. FOLHINHA, 6 NOV. 1993.

O bicho-pau se parece com:
(A) florzinha seca.
(B) folhinha verde.
(C) galinho seco.
(D) raminho de planta. 

Leia o texto abaixo.
A Boneca Guilhermina

Esta é a minha boneca, a Guilhermina. Ela é uma boneca muito bonita, que faz xixi e cocô. Ela é muito boazinha também. Faz tudo o que eu mando. Na hora de dormir, reclama um pouco. Mas depois que pega no sono, dorme a noite inteira! Às vezes ela acorda no meio da noite e diz que está com sede. Daí eu dou água para ela. Daí ela faz xixi e eu troco a fralda dela. Então eu ponho a Guilhermina dentro do armário, de castigo. Mas quando ela chora, eu não agüento. Eu vou até lá e pego a minha boneca no colo. A Guilhermina é a boneca mais bonita da rua.
MUILAERT, A. A boneca Guilhermina. In: __ As reportagensde Penélope. São Paulo: Companhia das  Letrinhas, 1997. p. 17. Coleção Castelo Rá-Tim-Bum – vol. 8.

O texto trata, PRINCIPALMENTE,
(A) das aventuras de uma menina.
(B) das brincadeiras de uma boneca.
(C) de uma boneca muito especial.
(D) do dia-a-dia de uma menina.

Leia o texto abaixo.
Bula de remédio
VITAMINA
COMPRIMIDOS
embalagens com 50 comprimidos
       
      

INFORMAÇÕES AO PACIENTE
O Produto, quando conservado em locais frescos e bem ventilados, tem validade de 12 meses.
É conveniente que o médico seja avisado de qualquer efeito colateral.

INDICAÇÕES
No tratamento das anemias.

CONTRA-INDICAÇÕES
Não deve ser tomado durante a gravidez.
EFEITOS COLATERAIS
Pode causar vômito e tontura em pacientes sensíveis ao ácido fólico da fórmula.

POSOLOGIA
Adultos: um comprimido duas vezes ao dia. Crianças: um comprimido uma vez ao dia.

LABORATÓRIO INFARMA S.A.
Responsável - Dr. R. Dias Fonseca

CÓCCO, Maria Fernandes; HAILER, Marco Antônio. Alp Novo: análise, linguagem e pensamento. São Paulo:FTD, 1999.v.2.p.184.

No texto, a palavra COMPOSIÇÃO indica:
(A) as situações contra-indicadas do remédio.
(B) as vitaminas que fazem falta ao homem.
(C) os elementos que formam o remédio.
(D) os produtos que causam anemias. 

Leia Mais ››

Total de visualizações de página